Soja

A soja é uma oleaginosa que representa 49% da área plantada com grãos no Brasil, e é uma das fontes de proteína mais utilizadas em rações animais, destinada a aves, suínos e bovinos e com crescente consumo na alimentação humana. O Brasil é considerado uma das últimas fronteiras agrícolas disponíveis para ampliação da área cultivada e capaz de suprir a demanda mundial, conforme o crescimento populacional. A cultura da soja é essencial para o sistema produtivo. Possibilita a rotação de culturas e o plantio direto na palha, auxilia na fixação biológica de nitrogênio e reciclagem de nutrientes no solo.

Assista o vídeo sobre nossa soja na Fazenda Planalto

Como produzimos a nossa soja

Conheça nosso modelo de produção

Planejamento agrícola

A cultura da soja é determinante no sistema produtivo na região do Cerrado, não somente pela rentabilidade, mas porque possibilita realizar o cultivo de 2ª safra com algodão, milho, girassol e sorgo. O planejamento de fertilizantes e defensivos agrícolas considera o melhor custo/benefício para a produção de soja. A escolha das cultivares é realizada conforme o potencial produtivo, o ciclo, as características agronômicas e biotecnologias, necessárias para obter os melhores resultados em cada lavoura. Os dados de pesquisa fornecem essas informações para cada uma de nossas Fazendas.

Preparo, semeadura e manejo

O cultivo da soja promove um ambiente sustentável de produção, principalmente por permitir a semeadura direta na palha, sem revolvimento do solo, contribuindo com as práticas conservacionistas do solo. A semeadura é realizada com a utilização de máquinas com alta tecnologia, na época mais adequada para cada região de cultivo. A utilização de cultivares adaptadas a cada região reduz a utilização de defensivos e maximiza a produtividade. O Monitoramento Integrado de Pragas e Doenças (MIP/MID) possibilita direcionar os esforços e realizar os manejos de forma racional.

Colheita

A colheita da soja ocorre durante os meses de janeiro a abril nas diferentes regiões (CO e NE). Dentro de cada Fazenda, a colheita deve ser escalonada conforme o ciclo de cada cultivar, o que permite colher no ponto ideal de maturação. Nos estados de MT, MS e MA, a colheita de soja precoce durante os meses de janeiro e fevereiro possibilita a semeadura de culturas de segunda safra. A colheita é realizada com operadores treinados e com máquinas de alta tecnologia e rendimento operacional. Com a geração de mapas de colheita, podemos avaliar as variações dentro de uma lavoura e atuar no sentido de homogeneizar a área e aumentar a média de produtividade.

Beneficiamento e armazenagem

O processo de beneficiamento e armazenagem da soja se inicia com o recebimento no armazém, com posterior pré-limpeza do grão, seguido de secagem e armazenamento. O destino final é a expedição do grão armazenado para o cliente final.

Como chegamos até você

Para que os produtos derivados da soja, como o farelo de soja e óleo de cozinha, cheguem até você, é necessário que muitas etapas sejam efetuadas. Dentro das porteiras das Fazendas deve-se planejar, semear, realizar os tratos culturais e colher. Há ainda o recebimento, o beneficiamento e a armazenagem dos grãos. Fora das porteiras, ocorre o transporte dos grãos até os portos ou agroindústrias de esmagamento. Desde o planejamento agrícola até a entrega do produto às agroindústrias, podemos ter 18 meses de ciclo.

Soja certificada

rtrs-certified-soy

CRS

ISCC2

Preço da soja no mercado internacional

Os preços da soja negociados na CBOT (Chicago Board of Trade), principal referência internacional para a negociação do produto, apresentaram queda em 2015. Essa queda está relacionada principalmente à boa produção dos Estados Unidos na safra 2015/16. As altas produtividades obtidas deverão garantir uma maior recomposição dos estoques daquele país. Apesar de problemas com excesso de chuva e abandono de área no início da fase de cultivo, as condições climáticas voltaram a ser favoráveis na parte final do ciclo da cultura.

Produção e estoques mundiais de soja

A produção e o consumo de soja praticamente dobraram desde o início da década de 2000. Se confirmadas as previsões, a produção mundial deverá atingir 320 milhões de toneladas na safra 2015/16. A boa produtividade verificada nos últimos 2 anos nos Estados Unidos ajudou a aumentar a produção e a recomposição dos estoques de soja no mundo.

Consumo e importação de soja

Com o aumento de produção e estoques, a demanda é importante para equilibrar o quadro de oferta e demanda, e preços. A forte demanda da China continua sendo o principal destaque no consumo mundial de soja ano após ano, e é um fator de sustentação dos preços da soja.

Apesar da previsão de crescimento econômico menor em relação aos anos anteriores, a demanda por alimentos continua crescendo em ritmo vigoroso na China, principalmente o consumo de proteína animal, cuja soja é matéria prima básica. Segundo o USDA a China deverá consumir 92 milhões de toneladas em 2015/16 com crescimento de 7,1% em relação ao ano anterior.

Safra 2015/16

A produtividade média obtida foi de 2.580 kg por hectare. Em função das características climáticas apresentadas pelo fenômeno “El Niño”, tivemos um alto volume de chuvas no mês de janeiro/2016 nas Fazendas da região Nordeste, bem como estiagem nos meses de fevereiro, março e abril, que influenciou negativamente o enchimento de grãos da soja.

  • 212.586 ha colhidos
  • 2.580 kg/ha