Algodão

O algodão é uma fibra natural, que garante maciez e conforto no tecido usado pelas pessoas. A SLC Agrícola cultiva o algodão no Cerrado brasileiro desde 1998, proporcionando ao seu produto alta produtividade e qualidade. Entre 2018 e 2020, a produtividade da SLC Agrícola foi superior à média nacional em 2,4% e também à de países concorrentes, como EUA, China e Índia. Representamos aproximadamente 7 % da área plantada do Brasil (USDA safra 19/20) e  11% do total do algodão exportado (USDA safra 19/20).

Assista a colheita do nosso algodão na Fazenda Planalto 

 

Como produzimos o algodão que veste o mundo

Conheça nosso modelo de produção

Planejamento Agrícola

O planejamento agrícola é um dos diferenciais da SLC Agrícola. Nessa etapa, adequamos a necessidade de qualidade exigida pelos nossos clientes às melhores práticas agronômicas de produção. É nesse momento que selecionamos os insumos, como as sementes, fertilizantes e defensivos, e planejamos a rotação de culturas ideal para cada lavoura. Os dados gerados em nossas áreas de pesquisa auxiliam na definição das melhores épocas de semeadura e as operações agrícolas que irão garantir à SLC Agrícola, excelência na produção de algodão.

Preparo, semeadura e manejo

O algodão é cultivado em solos férteis e exige condições favoráveis ao seu desenvolvimento. O preparo do solo e a adubação são realizados conforme as necessidades da cultura. A semeadura é realizada com máquinas com alta tecnologia e eficiência no período adequado para cada região de cultivo. Todos os manejos realizados no algodão são orientados por boas práticas agronômicas, como o Monitoramento Integrado de Pragas e Doenças (MIP/MID), que visam o uso racional de insumos, garantindo sustentabilidade ao sistema de produção.

Colheita

A colheita é realizada por operadores treinados e máquinas com alta tecnologia e rendimento operacional. As colhedoras estão equipadas com sensores que registram dados georreferenciados de produtividade, permitindo visualizar a produção da lavoura em mapas de colheita. Todos os fardos colhidos são devidamente identificados na lavoura e permitem obter a rastreabilidade de informações conforme a sua qualidade.

Beneficiamento e armazenagem

O processo de beneficiamento e estocagem de algodão é realizado dentro do mais moderno sistema de produção agroindustrial realizado por colaboradores altamente capacitados, visando sempre a segurança, a qualidade do produto e a eficiência do processo.

Como chegamos até você

O ciclo do algodoeiro é um dos mais longos entre as culturas agrícolas, levando em média 200 dias ou seis meses do plantio até a colheita. O algodão produzido pela SLC Agrícola é beneficiado em usinas de algodão (ou unidades agroindustriais ou algodoeiras) instaladas nas sedes das Fazendas, onde é classificado e armazenado conforme análises de qualidade de fibra visual e laboratoriais (HVI), indicando as principais características exigidas pelas fiações, como comprimento e uniformidade (UHM), resistência (STR), micronaire (finura/maturidade) e índice de fibras curtas (SFC), entre outras. Os fardinhos são transportados até as fiações, no mercado externo e interno, onde se transforma em fios, que dão origem aos tecidos que utilizamos em roupas, lençóis, toalhas e outros produtos com algodão.

Algodão certificado

logo-share-new

_ABR LOGO

Área mundial de algodão

O algodão é cultivado em muitos países ao redor do mundo, sendo um produto agrícola de alta importância econômica e social principalmente em países em desenvolvimento. Segundo as entidades relacionadas ao setor, a produção, a logística, o descaroçamento, o processamento e a embalagem envolvem mais de 350 milhões de pessoas ao redor do globo.

Preço do algodão no mercado internacional

O terceiro trimestre de 2021 foi marcado pela alta nas cotações do algodão no contrato spot da Bolsa de Nova Iorque, onde a cotação da fibra superou a marca de 100 ct/lb. A redução de área plantada no território americano para o ciclo 2021/22, bem como para o Brasil em 2020/21, foram os grandes responsáveis pela variação de preços sob o ponto de vista da oferta.

Para o ciclo 2021/22 espera-se uma recuperação da produção brasileira de Algodão em Pluma, porém com estimativa final de produção ainda inferior às máximas observadas durante o ciclo 2019/20, segundo estimativas oficiais da CONAB.

Exportação de Algodão

Com relação às exportações brasileiras, a demanda pela fibra nacional manteve ao longo do acumulado dos nove primeiros meses do ano a sua tendência de crescimento, onde volumes mensais recordes de embarques foram 17% superiores em relação ao mesmo período do ano anterior, colaborando para a manutenção da posição brasileira de segundo maior exportador mundial de algodão.

Consumo Mundial de Algodão

A expectativa de estabilização do consumo global da fibra e o cenário de diminuição de produção nos principais países exportadores, aliada às incertezas provocadas ao longo dos ciclos anteriores resultantes da pandemia de Covid-19 a nível global, são fatores que vem colaborando para que o balanço mundial entre oferta e demanda feche em 2021/2022 em uma condição de déficit de aproximadamente 2,3 milhões de fardos, segundo estimativas do USDA.

Safra 2020/21

A colheita da primeira safra 2020/21 encerrou com produtividade de 1.899 kg/ha de algodão em pluma. A produção foi 1,1% superior ao projeto e 6,4% superior a produtividade atingida na safra anterior. Na segunda safra, a colheita teve produtividade de 1.607 kg/ha de algodão em pluma. A produção foi 10,3% inferior ao projeto e 6,2% inferior a produtividade atingida na safra anterior. Esse declínio na produtividade estimada ocorreu devido à irregularidade na distribuição dos volumes de chuva ao longo dos meses de março e abril, principalmente nas fazendas do Mato Grosso.

  • 78.011 ha (algodão 1ª safra)
  • 31.594 ha (algodão 2ª safra)

Movimento Sou de Algodão

A Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (ABRAPA), com o apoio do IBA (Instituto Brasileiro do Algodão) e da Bayer lançou no São Paulo Fashion Week, a campanha Sou de Algodão. Este movimento busca valorizar essa matéria-prima tão essencial para a moda brasileira. A ABRAPA está trabalhando em diversas iniciativas (workshops, parcerias com estilistas e programas com universidades) para engajar ainda mais as pessoas nesse movimento. A SLC Agrícola é membro da ABRAPA. Saiba mais em www.soudealgodao.com.br.